Inhotim divulga novo grupo de gestores para o ano de 2022

3 minutos para ler

O Instituto Inhotim, conhecido museu a céu aberto e Jardim Botânico brasileiro, anuncia novidades em sua gestão para 2022. O planejamento foi divulgado em linhas gerais, mas já se apresentam pontos notáveis para o próximo ano. 

O novo grupo deliberativo é composto por Lucas Pessôa como diretor presidente substituindo Antonio Grassi, que passa a residir em Portugal a partir de janeiro, atuando como consultor internacional para o instituto. Lucas Pessôa é formado em direito e economia e atuou como diretor financeiro no MASP entre 2014 e 2018. Ao lado dele, Paula Azevedo assume como diretora vice-presidente e Julieta González como diretora artística. 

A proposta da nova gestão caminha no sentido de uma visão integrada entre ecologia, sustentabilidade e sua relação com a arte e cultura, trazendo artistas que pensam a natureza em suas composições e valorizando as diferentes possibilidades que o espaço apresenta. 

Formado por 140 hectares, o Instituto Inhotim, localizado em Brumadinho (MG), guarda em seu acervo obras de artistas como Tunga, Cildo Meireles, Hélio Oiticica, Adriana Varejão e Claudia Andujar. Para esta extensão serão pensadas produções de site specific – obra concebida especialmente para o seu local de exposição, também chamada de arte in situ – e exibição permanente de obras de grandes dimensões como instalações ao ar livre, por exemplo. 

Isso vai possibilitar ao visitante uma experiência única, que integra arte e natureza, como fizemos em museus estrangeiros como o MoMA de Nova York”, comenta a curadora que traz na bagagem a experiência na direção do MASP e da Tate Modern. 

Outro ponto do planejamento mencionado pelo novo diretor é a ampliação do educativo a partir de novas ações para captação de recursos e a criação de um novo Conselho formado por profissionais da área da cultura. 

Inhotim passou por instabilidades durante o ano de 2020 e início de 2021, devido às medidas restritivas para contenção da pandemia de covid-19. Reaberto desde maio deste ano, ainda com algumas restrições, a nova gestão parece atenta para as possibilidades de ampliação orçamentária e para as discussões contemporâneas sobre meio ambiente.

Conheça o Instituto Inhotim: visitação de quinta a sexta-feira: 09h30 às 16h30 ou sábado, domingo e feriado: 09h30 às 17h30. Para informações oficiais, acesse aqui


Victoria Louise é crítica e produtora cultural, formada em Crítica e Curadoria e Gestão Cultural pela PUC-SP.

Gostou desta matéria? Leia também:

“CORES DO MUNDO” TRAZ COR AO ESPAÇO URBANO E INCLUI ARTISTAS REFUGIADOS NO MERCADO DE TRABALHO

Siga-nos e compartilhe nosso blog:
Posts relacionados

Deixe um comentário

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial