Prêmio PIPA deu início à votação do PIPA Online 2021

2 minutos para ler

Saiba como votar em uma das mais importantes premiações de arte contemporânea do Brasil

Denilson Baniwa. “Hilo – Nada que é dourado permanece”, 2020, Site Specific. Imagem: divulgação.
Denilson Baniwa. “Hilo – Nada que é dourado permanece”, 2020, Site Specific. Imagem: divulgação.

O PIPA Online é a versão de voto aberto do Prêmio PIPA, uma das principais premiações de arte no Brasil, criada pelo Instituto PIPA em 2010. 

A votação virtual ocorre em duas etapas, a primeira se iniciou no último dia 15 e permanecerá aberta por uma semana. Concorrem ao prêmio 60 artistas, que precisam de ao menos 500 votos para seguirem na segunda etapa de votação, que deverá ocorrer entre os dias 24 de agosto e 04 de setembro. Os dois artistas mais votados receberão um prêmio de R$5.000,00 cada. 

Na primeira etapa de votação é necessário escolher no mínimo 3 artistas para que os votos sejam computados. Na etapa seguinte os votos são zerados e a votação se inicia com todos artistas que alcançarem os 500 votos na primeira etapa. Cada pessoa poderá votar em quantos artistas quiser, bastando votar em ao menos 1 artista. 

Esta votação popular se dá após o Prêmio PIPA ter anunciado os 5 artistas escolhidos pelo seu Conselho para a versão principal da premiação, pela qual cada selecionado ganha um texto crítico, uma exposição virtual na plataforma PIPA e o valor de R$10.000,00 no final da exposição. Os cinco artistas escolhidos em 2021 foram Castiel Vitorino, Denilson Baniwa, Ilê Sartuzi, Marcela Bonfim e Ventura Profana, e todos podem participar também da votação popular do PIPA Online 2021.  

Castiel Vitorino Brasileiro. “Lembrar da maldição, sentir a profecia”, 2021, díptico. Imagem: divulgação. 

No ano passado o PIPA Online contabilizou mais de 33 mil votos entre os 56 artistas participantes, que contou com 20 nomes em sua segunda etapa – um recorde para a premiação. O artista premiado na última edição foi Isael Maxakali.

Quer ajudar a escolher os próximos vencedores? Acesse aqui a página dos artistas concorrentes deste ano para conhecê-los e votar em seus favoritos. 

___________________

Diogo Barros é curador, arte educador e crítico, formado em História da Arte, Crítica e Curadoria pela PUC SP.

___________________

Gostou deste texto? Leia também:
PODCAST “BIENAL, 70 ANOS” CONTA A HISTÓRIA DAS BIENAIS DE SÃO PAULO

Siga-nos e compartilhe nosso blog:
Posts relacionados

Deixe um comentário

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial