Juliana Sabbag e o Cinema na Mesa

4 minutos para ler

Cinema na Mesa – O projeto

Sou empreendedora e crítica de cinema. Idealizadora e fundadora do Cinema na Mesa (2011), faço curadoria de filmes, mediação de talks e debates e facilito rodas de conversas em espaços de troca, aprendizado e formação humana.

Com uma predisposição curiosa para a vida, aliada ao prazer em articular ideias, venho buscando ampliar olhares para os temas sensíveis da atualidade, sobretudo os desafios da sociedade brasileira.

O Cinema na Mesa tem o objetivo de proporcionar um espaço de conexão e discussão, com a facilitação da especialista em cinema, a partir de temas da atualidade propostos por filmes.

O Cinema na Mesa acredita que a experiência proporcionada pela arte é inesgotável, isto é, não se encerra com o término do filme tampouco horas ou dias depois, e que abre novas possibilidades para a compreensão de nós mesmos e do mundo, de modo a contribuir em nossas práticas sociais. Assim, o conhecimento e a reflexão no exercício da arte (cinema) em uma experiência prolongada e coletiva têm o poder despertar a consciência e o potencial transformador de cada um.

O que move o Cinema na Mesa?

  • Inspiração, Diálogo e Conexão;
  • Ampliar a experiência com o filme assistido através da troca e descoberta de novos olhares;
  • Compartilhar saberes e pontos de vista diversos;
  • Oferecer um espaço de confiança, presença e escuta ativa;
  • Construir coletivamente ideias e reflexões que possam gerar impacto e transformação.
  • Provocar uma experiência sensorial e afetiva.

Um pouco da minha história antes do Cinema na Mesa

Encontrar amigos e discutir filmes sempre foi uma paixão. Me formei em Administração de Empresas e trabalhei na área durante muitos anos sem nunca esquecer daquilo que me movia: o Cinema. Sempre encontrava espaço para estudar e aprofundar meu conhecimento com cursos de especialização na área, até que o hobby se transformasse em atividade profissional.

Ligada no chamado “Ju, quero muito debater esse filme com você”, idealizei e fundei o Cinema na Mesa, em atividade desde 2011. Um cineclube independente, que tem como principal motivação a criação de um espaço fértil de diálogo e reflexão por meio de filmes que questionam e problematizam temas da atualidade.

De forma orgânica, o projeto foi ganhando corpo, até que ampliasse a experiência, oferecendo um menu temático que se conecta com as discussões do filme e é parte dela.

Consegui reunir com essa ideia as artes do Cinema e da Gastronomia,
juntando pessoas interessadas no pensamento crítico e na vivência sensorial, sempre em volta da boa mesa.

De lá para cá, já foram centenas de rodas de conversas, ricas em saberes, sabores e muita transformação!

Indicações de filmes sobre (e com) ARTE:

Curadoria de filmes feita por Juliana Sabbag, com título e sinopse.

  • Visages Villages (Agnés Varda, 2018)

O documentário mostra a jornada de duas grandes pessoas conhecidas por questionarem a cultura da exibição das imagens: Agnés Varda, cineasta, e JR, fotógrafo e criador de galerias e exposições fotográficas ao ar livre.

  • Com Amor, Van Gogh (Dorota Kobiela e Hugh Welchman, 2017)

Investigação aprofundada sobre a vida e a misteriosa morte de Vincent Van Gogh através das suas pinturas e dos personagens que habitam suas telas. Animado com a técnica de pintura a óleo do pintor holandês, os personagens mais próximos são entrevistados e há reconstruções dos acontecimentos que precederam sua morte.

  • O Portal da Eternidade (Julian Schnabel, 2019)

História do pintor holandês Vicent Van Gogh, que, mesmo tendo passado por tragédias pessoais, manteve o otimismo em seu trabalho.

Gostou deste texto? Leia também:
Confira dois filmes de ficção e arte para sua lista

Siga-nos e compartilhe nosso blog:
Posts relacionados

Deixe um comentário

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial