Nova exposição da Japan House apresenta diferentes leituras sobre a janela na cultura japonesa

5 minutos para ler

Depois de meses descobrindo novas estratégias frente à pandemia, percebemos que abrir nossas janelas e deixar o ar circular é um ato indispensável atualmente. Elemento fundamental da arquitetura, a janela é objeto de estudo da exposição WINDOWOLOGY: Estudo de janelas no Japão, aberta para o público a partir desta terça-feira(29) na Japan House, em São Paulo. 

Foto: Marina Melchers. 

Janelas do Japão no mundo

A exposição é itinerante, tendo passado pela Japan House de Los Angeles e, após ser encerrada em São Paulo, será levada à Londres. Por causa da pandemia, a exposição passou meses sendo apresentada apenas virtualmente, e agora retoma sua experiência presencial. 

Com curadoria de Igarashi Taro – professor universitário, historiador e crítico – a exposição foi desenvolvida pelo Window Research Institute, uma fundação sediada em Tóquio, dedicada a pesquisas relacionadas à arquitetura e ao papel das janelas na sociedade e na cultura. No texto de apresentação da exposição, o curador destaca as possibilidades de conexão que as janelas exercem, especialmente em um momento de distanciamento social como vivemos na pandemia, considerando-as “[…] o componente mais fascinante da arquitetura”.  

Foto: Marina Melchers. 

Com diversos eixos postos em diálogo no espaço expositivo do segundo andar da instituição, a exposição reflete o impacto das janelas na arquitetura, literatura, artes visuais, design e relações humanas. 

Tendo o design como um pilar, a curadoria demonstra como as janelas são essenciais para os processos manuais e industriais, na ambientação e no controle climático de ateliês e fábricas, por exemplo. Para demonstrar esses processos, a exposição conta com maquetes, fotografias, ilustrações e vídeos, mídias dispostas em conjunto sobre mesas ao redor da sala expositiva. Além de todo material visual, uma instalação sonora com gravações de janelas abrindo e fechando pode ser ouvida em alguns pontos do espaço. 

Foto: Marina Melchers. 

O destaque da sala fica por conta da maquete de uma sala de chá japonesa construída em escala real (1:1). Trata-se da reprodução espacial de um Yōsuitei, também conhecido como Jûsansōnoseki (uma sala de 13 janelas), feita de washi, o papel artesanal japonês. Nesta, é possível ter uma noção das entradas de luz e ventilação de uma arquitetura pensada para a conexão direta com a natureza. 

Ponto a ponto, a exposição identifica a janela como um elemento relacionado a tradições japonesas, até chegar a trabalhos que abordam as janelas no Japão contemporâneo. Fotografias e modelos de janelas feitos em papel demonstram as adaptações realizadas na concepção e inserção das janelas na atualidade. 

Foto: Marina Melchers. 

Acessibilidade e programação paralela

A exposição possui uma mesa dedicada à acessibilidade logo em sua entrada, além de qr code espalhados pelo espaço com material virtual em libras. Uma programação de atividades virtuais ampliará a experiência da exposição, e os detalhes são disponibilizados nas redes sociais e no site da Japan House. Além disso, em conversa com a Artsoul, Natasha Barzaghi Geenen, diretora cultural da Japan House São Paulo, contou que o restaurante AIZOMÊ – que divide o segundo andar com a exposição – também deverá ter um cardápio especial e uma atividade relacionada à temática.

Foto: divulgação.

Paulista Cultural 

A abertura de WINDOWOLOGY ocorre junto ao Paulista Cultural, evento que reúne sete instituições da Avenida Paulista em uma programação pensada em diálogo. Pela primeira vez em formato 100% digital, o evento ocorre entre os dias 29 de junho e 3 de julho. Para esta edição do evento, a Japan House desenvolveu o projeto As Janelas da Paulista, na qual convidou um profissional de cada uma das outras seis instituições participantes a depor sobre sua relação com as janelas do seu local de trabalho. Essa série de vídeos pode ser acompanhada pelo instagram do evento Paulista Cultural ao longo da semana. 

______________________

Diogo Barros é curador, arte educador e crítico, formado em História da Arte, Crítica e Curadoria pela PUC SP.

_______________________

Serviço

“WINDOWOLOGY: Estudo de janelas no Japão”

De 29 de junho a 22 de agosto

Segundo andar

Entrada gratuita

Reserva online antecipada (opcional)

Japan House São Paulo – Avenida Paulista, 52

Horário de funcionamento: 

Terça-feira a Domingo, das 11h às 16h

※Devido ao coronavírus, a instituição está funcionando com capacidade reduzida. Para mais informações, acesse o site da Japan House São Paulo.

Gostou desta matéria? Leia também:

Japan House São Paulo estreia quatro exposições no ambiente digital

Siga-nos e compartilhe nosso blog:
Posts relacionados

Deixe um comentário

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial